segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Consciência Cristã 2015

Vivenciei dias de muita edificação espiritual! Dias nos quais cada instante era de valor inestimável, pois foram momentos de aprendizado, reflexão profunda, refrigério, consolo e conforto, exortação, alegria. 

Inicialmente, quero externar minha intolerância a essa "graça humanista", a qual muito evidencia o direito do homem e negligencia a vontade de Deus. Na verdade, Deus é quem deve ser evidenciado sempre, em todos os minutos e segundos da nossa existência. Foi maravilhoso recordar que, para que isso aconteça, eu preciso deixar de lado meus achismos e entender que minhas vontades estão em segundo plano! Que para fazer a vontade de Deus eu preciso, primeiro, conhecer quem Deus é, do que Deus gosta e o que Ele odeia. E tudo isso descubro através da Sua Palavra inerrante, infalível, suficiente, poderosa e inspirada.

Preciso conhecer os atributos de Deus! Preciso conhecer quem Deus é! Deus é Santo, Santo, Santo (três vezes Santo!); Deus é magnífico, imutável, eterno, onisciente, onipotente, onipresente. Ele é Senhor! Baseado nisso, é inconcebível que alguém, que se afirma cristão, faça piadas com o nome de Deus ou cante músicas que o ridicularizam, banalizando assim a Sua glória.

Hoje, cremos em tudo aquilo que nos proporciona um bem estar físico, emocional e espiritual. "Se me faz bem, tá valendo!" Onde está o temor da igreja do Senhor? Onde está o zelo pela sã doutrina? Como podemos professar a Cristo e sermos tão indiferentes a Ele?!  A verdade é que a Bíblia é maravilhosa até ela se tornar inconveniente! 

Aprendi ainda que aquelas pessoas que o Senhor recrutará para o outro lado do mundo, já estão trabalhando em prol do Reino de Deus do outro lado da rua! Que a máxima "Fazei Tudo para a Glória de Deus" engloba 100% da minha vida (trabalho, faculdade, família, namoro, casamento, igreja, amigos, vizinhos, lazer, etc).

Quem disse que existe divisão de áreas na vida de um cristão? Um cristão possui "vida secular" e "vida espiritual"? A conduta do crente não deveria ser completamente espiritual, já que tudo o que ele faz é para dar glória a Deus? (Percebem como nossos pensamentos estão distorcidos?).

Finalmente, pude ouvir e ratificar em meu coração princípios bíblicos para um casamento que glorifica a Deus. Em pleno século XXI, com o feminismo em seu auge e exercendo forte influência entre muitas moças e mulheres cristãs, vejo dezenas de nós [mulheres] reunidas em busca da verdade bíblica sobre família, marido e filhos. Hoje, a mulher moderna trabalha fora, estuda pra concurso, se especializa, faz cursos, precisa de dedicação e tempo para investir na carreira profissional, ouve desaforo de chefe, tem hora pra chegar e hora pra sair, não pode largar o salto alto, precisa manter a aparência impecável para o público de fora (nada contra o fato de mulher se arrumar, que fique claro isso); chega do trabalho estressada e saturada, trabalha em casa (terceiro turno!), lava louça, faz comida, varre, faz comprinhas que estão faltando, cuida do filho, leva à escola, leva ao dentista, leva ao médico, leva para passear, dá banho, troca a roupinha, coloca para dormir... ahh, ainda tem o marido (ops!)... prepara a jantinha do marido e se arruma para recebê-lo com um sorriso no rosto e carinhosa para dedicar-lhe tempo de qualidade.

Sim, posso dizer que odeio o feminismo! Porque amo a ideia de ser uma esposa dedicada à minha futura família, ao meu futuro marido e aos meus futuros filhos! Minha carreira profissional?! Ahh, isso será insignificante diante da grandiosidade do meu chamado de ser esposa e mãe para a glória de Deus! Trabalharei arduamente e investirei meu tempo, sim, para educar meus filhos no caminho do Senhor, cuidar e auxiliar em tudo meu [futuro] marido em submissão e amor. (Farei carreira em economia doméstica!). Assim como a mulher virtuosa de Provérbios 31, desejo, com a graça de Deus e para a glória Dele, atender ao bom andamento do meu futuro lar e jamais comer o pão da preguiça.

Uma vida que glorifique a Deus em tudo não é uma vida sem falhas ou erros. Mas uma vida que compreende que é ao Senhor que estamos servindo.

Isso foi um pouquinho do que vivi na 17a Consciência Cristã, em Campina Grande-PB.


Saí de lá desafiada a FAZER TUDO PARA A GLÓRIA DE DEUS! Todos os dias da minha vida!

"Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus". (I Coríntios 10:31)

*Reflexão baseada nas plenárias e seminários ministrados ao longo dos dias do evento por: Pr. José Bernardo, Rev. Elias Medeiros, Pr. Paulo Jr, Pr. Renato Vargens, Pr. Justin Peters e Simone Quaresma.

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Primeiro dia de aula

Boa noite, gente!
Estou aqui mais uma vez, para deixar registrado o primeiro dia de aula de 2015 do Seminário Teológico da Missão JUVEP. Após o intervalo do almoço, sempre fazemos um período de devocional. É o que chamamos de Prática Devocional, onde temos um momento de cânticos de adoração ao Senhor Jesus e reflexão bíblica.
Espero que gostem e sejam edificados.
É só isso.
Abraços.



quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Gratidão

Estava eu a pensar, ao ver a notícia sobre a chuva recém caída no sertão paraibano: "Quantos de nós, que não fazemos parte do contexto sertanejo, dobramos nossos joelhos para agradecer e louvar a Deus pelos seus feitos?"

Parece bobagem, mas não é! Nossa alegria deve ser como a alegria daquele povo que há muito vinha pedindo a Deus por chuva. Mas o que ocorre, muitas vezes, é que nossa necessidade sobrepuja a do nosso próximo. Não temos mais tempo de parar e louvar a Deus pelo que ele fez lá do outro lado do nosso estado (quanto mais do outro lado do mundo?). Não enchemos mais os nossos corações de felicidade, prazer e louvor a Deus por isso. Não paramos mais para apreciar quão estupendo é ver um sertão molhado e pronto para o plantio, porque estamos focados no nosso trabalho de amanhã, no nosso projeto da faculdade, na compra do nosso carro ou daquele celular de última geração. 

Quanto egoísmo! Deveríamos pedir perdão a Deus por sermos tão centrados em nós mesmos...

Creio que ainda escreverei mais sobre esse tema (em um post mais adiante).

Reflitamos sobre isso e dediquemos mais de nós e do nosso tempo para agradecer ao Senhor por quem Ele é e por tudo o que Ele faz. Deus é bom o tempo todo!


segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Mudanças

Mudar nem sempre é fácil...
Mudar quase sempre é necessário...
As mudanças conseguem chacoalhar dentro de nós aquilo que está inerte. 

Elas têm o poder simultâneo de nos tornar frágeis e fortes; de nos encorajar e amedrontar; de revelar a nós mesmos os nossos limites, mas também de nos dar asas para voar!

Mudanças nos fazem rir e chorar. Nos fazem querer parar. Não obstante, nos impulsionam a lutar por aquilo que acreditamos ser o melhor. 

E, entre idas e vindas de emoções intensas, de uma coisa eu sei: eu quero sempre mudar!