quarta-feira, 23 de março de 2016

Quem nunca...?

Você que é esposa, talvez se identifique com algumas dessas 10 sentenças. Ainda estou caminhando para o quinto mês de casada, mas já tenho alguns "quem nunca" para relacionar, rsrs. Então, vamos lá.

Quem nunca...

1) ... deixou a comida insossa demais ou salgada demais?
2) ... pesquisou receitinhas novas e diferentes na internet para fazer para o marido?
3) ... riu junto com seu marido até doer a barriga?
4) ... cortou o dedo cortando cebola? (pode ser tomate, alho, carne, frango, etc rsrs)
5) ... programou a limpeza e organização da casa para o dia seguinte mas... bateu aquela preguicinha básica que fez você deixar as atividades para  outro dia?
6) ... deu um jeitinho de aproveitar o almoço do dia anterior para não estragar e não ter que cozinhar tudo do começo?
7) ... tentou se arriscar numa nova receita que não deu tão certo quanto você esperava?
8) ... fez planos, junto com ele, para quando o futuro baby chegar?
9) ... relembrou o tempo de namoro e noivado, junto com o seu marido?
10) ... comentou várias vezes sobre como foi a festa do casamento, falando do que deu certo e do que não deu tão certo assim? (mas que no final vocês concordam que tudo foi perfeito!)

Talvez você até tenha outros "quem nunca". Se quiser, fique à vontade para escrever nos comentários. Bye!

sexta-feira, 18 de março de 2016

Passeio em um lindo Lago!

Olá pessoal! Hoje o post é sobre um passeio lindo que fizemos no dia 20 de Fevereiro de 2016.

O Lago Sinizzo é um pequeno lago, localizado na região de Abruzzo, na província de Láquila, na Itália. É um destino frequentado por turistas nos fins de semana, principalmente no verão, com um ambiente super agradável, rodeado por bancos, gramados, bosques e salgueiros. Com um diâmetro de cerca de 120 metros e uma profundidade máxima de 10 metros, o Lago de Sinizzo é alimentado por duas fontes de água potável. Ele sofreu os efeitos do devastador terremoto em L'Aquila, em 2009, com a formação de rachaduras que ameaçou a reabertura do local. Mas tudo voltou ao normal graças ao trabalho de reconsolidação concluída com êxito. O lago também oferece oportunidades para a pesca.

A água é verde esmeralda (parece um cartão postal), a vegetação é densa e até um pouco selvagem, mas os únicos bichos que vimos foram cachorros, rsrs. A caminhada ao redor do lago é relaxante. Espero que curtam as fotos e, em breve, virão os vídeos desse passeio! Fiquem de olho no meu canal!


Nós e o lago...

Família

Estátuas humanas




Sossego...

Procurando sapo.. rsrs



:o

Uhuu

1, 2, 3 e...
Já!

Voltando a ser criança!

Gangorra ^_^

Finish!



sexta-feira, 11 de março de 2016

O esposo que pedi a Deus

Desde criança via o exemplo do meu pai dentro de casa. Um homem que não media esforços para o nosso bem estar (meu e dos meus irmãos), trabalhador, esforçado e com um bom humor que poucos têm. Não sei se isso é uma regra mas nós, meninas, quando crescemos e pensamos em nos casar e quando temos uma boa referência de pai, nós queremos encontrar alguém para as nossas vidas que venha a ser para nós e nossos filhos o que nosso pai foi pra gente. 

Já na fase adulta, sempre orei e pedi a Deus alguém segundo o coração Dele. E o Senhor foi bondoso para comigo ao me dar o Sam. Meu coração sempre sentiu paz e tudo aconteceu de uma forma tranquila. Após 1 ano e 4 meses estávamos trocando alianças no altar! Caso queira saber um pouco mais da nossa história e trajetória, basta acessar as postagens sobre "relacionamento" que tem aqui no Blog.

O que tenho a dizer diante disso tudo é que, você que ainda está solteira/solteiro e tem orado para o Senhor te apresentar a pessoa que será o seu esposo/esposa: não perca seu tempo se envolvendo com pessoas por motivos errados e egoístas. Em outras palavras: NÃO NAMORE APENAS POR NAMORAR (ou porque todos estão namorando ou ainda porque não quer ficar sozinho(a) no dia dos namorados ou no final do ano). O objetivo maior do namoro deve ser o casamento! Sendo assim, se não pensa em casar agora, por que vai namorar?!

Quando conheci o Sam, vi nele alguém que poderia sim ser meu esposo, não daqui a 10 anos, mas num tempo breve, pois enxerguei nele características de alguém comprometido com o Senhor e com as coisas de Deus, que tratava e trata bem as pessoas e a sua família. 

Sempre tive em mente duas coisas, basicamente:
1) por maior que fosse o nosso tempo de namoro, eu não iria conhecê-lo completamente e
2) ter "tudo pronto" para só então me casar, não era sinônimo de começar bem uma vida a dois. Talvez eu estivesse esperando até hoje! Sempre quis construir e conquistar tudo junto com ele. Não estou incentivando aqui o casamento inconsequente, mas querendo dizer que, mesmo que seu noivo não tenha "aquele emprego" ou que vocês não tenham adquirido a casa própria, nada disso, na minha humilde opinião, deve ser colocado como principal motivo para não casar agora. Acredito sim que é plenamente possível casar e providenciar tudo juntos!

Espero que tenha gostado dessa postagem. Deixe seu comentário, sua opinião sobre o tema. Desde já você é muito bem vindo(a)!

terça-feira, 8 de março de 2016

Três dicas para quem quer fazer intercâmbio

Olá pessoal. Recentemente gravei um video falando sobre o fim do nosso intercâmbio em Dublin. Para quem não viu, basta clicar aqui.

E estou aqui hoje para completar o vídeo através de algumas dicas para quem sente o desejo de fazer intercâmbio. Então vamos lá:

1) Façam tudo através de uma agência de intercâmbios
Esta é a primeira dica, pois faz toda a diferença na hora do seu intercâmbio. Ouvimos histórias e conhecemos pessoas que foram lesadas por terem comprado o pacote direto com a escola e depois de um tempo a escola fechou as portas! Ahh! Procurem agências sérias, devidamente registradas no seu país de origem (CNPJ). Procurar indicações de pessoas que já compraram seus pacotes também é algo que indico. Entrem em grupos de Facebook, pesquisem avaliações na net. Desde já deixo bastante claro que não existe agência perfeita, mas se você acha que é ruim viajar por uma, te digo que poderá ser muito pior viajar sem nenhuma! Nós viajamos pela WICE INTERCÂMBIOS e nós recomendamos! Fomos apoiados, representados, ajudados por eles. Sei que a experiência é pessoal e, no nosso caso, tudo ocorreu bem, graças a Deus.

2) Não compre passagens separadas
Nós compramos nossas passagem de São Paulo para Dublin, com escala em Amsterdã. Só que a passagem da nossa cidade para São Paulo só fomos comprar depois, separadamente. Não aconselho a você fazer isso, pode ser que não dê certo. Neste caso, nossa viagem não foi caracterizada como voo internacional no trecho entre nossa cidade e Guarulhos. Isso signica que não pudemos levar duas malas de 32 kg, cada um, mas apenas uma mala de 23kg. Para nós isso não foi algo negativo, mas acredito que para muitos seria. Então, recomendo que compre o voo do trecho completo já.

3) Leve o necessário na mala
Se o país que você for é frio e você estiver chegando no inverno, te garanto que vestir umas peças a mais de roupa te fará chegar sem maiores problemas. Não recomendo comprar casacos de frio no Brasil, primeiro porque são caros e segundo porque pesarão na bagagem (a não ser que você já tenha). Às vezes achamos que nossa roupa de frio do Brasil será útil no país que estamos indo, mas isso quase sempre é um engano. Digo por experiência própria: praticamente não usei nenhuma roupa de frio que levei. Compramos quando chegamos. Se você pensa em ir para a Irlanda, você não terá dificuldades para encontrar lugar para comprar casacos no precinho. 


É isso pessoal, espero que tenham curtido essas três dicas iniciais. Tenho outras dicas, mas vou postando aos poucos para não ficar muito extenso. Abraço!


segunda-feira, 7 de março de 2016

Ser dona de casa

Nunca fui dona de casa de fato e de verdade. Esta atividade estou exercendo plenamente há 4 meses apenas. Por que digo isto? Porque quando ainda não era casada, apesar de fazer as tarefas domésticas, eu sabia que a minha mãe faria uma refeição sempre que não desse tempo eu chegar cedo em casa ou que as minhas roupas seriam lavadas quando eu tivesse "aquela semana punk", por exemplo. 

Cresci vendo o exemplo da minha mãe: uma dona de casa dedicada, caprichosa, criativa, atenciosa e que amava o que fazia. Até pouco antes do meu casamento, via o quanto ela ainda gostava de sempre manter tudo limpo e organizado dentro de casa. Então, não foi difícil desejar constituir a minha família e reproduzir muito do que aprendi. Estou casada há exatos 4 meses e decidi aceitar esse ofício, em primeira instância: ser dona de casa!

Se você se identifica com esse tipo de post e deseja ler mais sobre como é estar casada, o dia a dia de uma dona de casa, dificuldades, desafios e muito mais, você está no blog certo! A partir de agora estou abrindo, oficialmente, uma nova categoria: "vida de casada". Espero que goste e que possamos interagir a partir destas postagens.

quarta-feira, 2 de março de 2016

Passeio medieval!

O post de hoje é sobre um passeio que fizemos, aqui perto de casa. O nome do lugar chama-se Santo Stefano di Sessanio. Uma cidade italiana na região dos Abruzos, província de L'aquila, com cerca de 117 habitantes. Isso mesmo! Esse senso é de 2014, mas acredito que hoje a cidade não está com muito mais do que esse número de habitantes. Apesar de tão poucos habitantes, o lugar é fascinante!

Localizada a 1.250 metros acima do nível do mar e com uma extensão territorial de 33 km², Santo Stefano está localizada entre as mais belas montanhas da região. A vila é tipicamente medieval. E o mais interessante é que 30 casas dessa região foram restauradas para os padrões originais e hoje são utilizadas como hotel. Não pudemos entrar em nenhum deles, mas dá para imaginar como deve ser um quarto desses! (Eu peguei algumas fotos do site do Hotel, para vocês terem uma noção de como são esses quartos). 

Em 1999, o herdeiro do multimilionário do cimento sueco, Daniele Kihlgren, passeando com sua moto, se perdeu e foi parar nesse povoado (narrado pelo próprio à minha cunhada Debora), que até então era praticamente abandonado. Ele se encanta pelo local e começa a comprar as casas abandonadas. Sua ideia era restaurá-las da mesma forma que era no ano de fundação do vilarejo (760 d.C), mas com um toque de modernidade, e criar essa linha de hotel chamado "diffuso" (Sextantio Albergo Diffuso). Recebeu esse nome (difuso) porque não se trata de um hotel tradicional como nós costumamos ver, mas de casas espalhadas por todo o povoado! Hoje,as diárias nesses quartos custam de 90 a 500 euros (suite presidencial, chamada de "a corte")!!! Se quiser saber mais detalhes sobre refeições servidas, valor de uma casa hoje em Santo Stefano, comidas e produtos fabricados na região, entre muitas outras informações, acesse o página no Facebook: Brasileiros na Italia - Abruzzo

O passeio foi incrível. Ao andar pelas vielas de santo Stefano parece que eu estava vivendo aquela época! Eu gravei um vlog também que está sensacional! Acho que vocês vão gostar! Já está todo editado, só aguardando o momento para ir ao ar! Eu dividi em 4 partes para não ficar muito extenso.

Espero que gostem das fotos! Os vídeos desse dia já estão editados e logo, logo serão postados no meu canal do youtube! Ciao!


Indo a Santo Stefano

Cunhada!

Sam, Debora e Fabrizio

Thomas

The best couples!

Eu, ele e as montanhas...



Posando pra foto, rs

#espontânea1 (by Debora)

#espontânea2 (by Debora)


Que espacinho é esse hein?!


Amor!

#nofilter #semfiltro

Tinha vídeos com esses cães adoráveis, mas perdiii
nos arquivos (não acreditooo). Restou a foto como registro.
Alguns deles são pastores de ovelhas, outros são de rua.
Mas as pessoas cuidam bem deles, dando água e comida. =)


Olha como são os quartos do Hotel lá!





Voltando pra casa.

Família!