segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Qual será o nome do nosso filho ou filha?

Descobrir a gravidez deve ser um momento ímpar! É tudo o que disso decorre é igualmente especial. A escolha do nome do bebê, por exemplo, é um deles.

Mas, será mesmo que as pessoas entendem que esse é um momento, via de regra, do casal? Ou será que, na maioria das vezes, querem "ajudar" dando algumas opiniões? 

Não sei se todas as mulheres que desejam ser mães são como eu que, antes mesmo de engravidar, já tem as opções de nomes para seus filhos (menino ou menina). Agora, imaginem só: eu descubro que estou grávida e vamos comunicar o nome do nosso filho ou filha para nossa família. Daí um diz: "gostei desse nome,  mas esse outro também é muito bonito" ou "eu acho lindo esse outro nome (diferente do que vocês comunicaram)" ou ainda "poxa, é tão comum esse nome, não tem outra opção?"... e por aí vai...

Em primeiro lugar, nessa situação específica, não buscamos sugestões, mas sim comunicar uma decisão nossa: o nome do nosso bebê. E, em segundo lugar, no meu ponto de vista, a não ser que seja pedida uma opinião a respeito, a reação mais sábia e prudente que alguém pode ter é receber a notícia e entender que essa foi uma decisão que os pais tomaram depois de muito conversarem sobre o assunto. 

Obviamente, sei que uma escolha não agrada a todos, seja qual for a esfera. Mas, neste  caso, ela precisa agradar, preferencialmente, aos pais. E todos os demais, amigos ou familiares, precisam compreender isso. Acredite, ninguém põe um nome que ache feio em seu filho ou filha.


Então é isso, resolvi escrever esse post porque, ultimamente, tenho visto alguns canais no youtube sobre temas relacionados a gravidez, bebês, etc. E achei bem interessante quando vi o canal de uma menina que será mãe pela primeira vez e comentou a respeito. Caso tenham interesse em assistir esse vídeo, clique aqui.



Até a próxima!


segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Niver de mamãe - torta de chocolate sem trigo??

No último dia 10, comemoramos os 50 anos da minha mãe! Ah, não pode falar a idade? Ops, desculpe, mas não deixei escapar, falei de propósito mesmo, pois é uma idade linda! E ela também não liga, afinal, o bolo tinha o número em cima! ahahaha

Mas falando sério, é uma bênção de Deus poder comemorar uma data tão especial como esta. Ano passado não estávamos por perto, mas dessa vez foi possível e pudemos reunir todos os irmãos e cunhadas.

Poderíamos ter saído para jantar, mas mamãe preferiu dar um jantar bem especial! Ela assim preferiu porque queria abrir o Pote das Bênçãos conosco em casa. Pra quem não sabe o que é esse Pote, veja aqui. E além disso, ela conseguiu provar, da melhor forma possível, que existem pratos deliciosíssimos (inclusive sobremesas) e bem mais saudáveis!

Mas como? Numa festa de aniversário, nem o bolo tinha trigo??! Isso mesmo! Entendemos que a alimentação saudável é um estilo de vida. E, cada vez mais, ficamos bem animados quando descobrimos novas receitas nesse estilo, porque são saborosas demais, não ficando nada atrás das receitas feitas com os ingredientes tradicionais.

Foram dois pratos para o jantar: lasanha de crepioca, que não levava massa de macarrão e escondidinho de batata doce, tendo em vista que a batata inglesa possui um alto índice glicêmico (posso falar sobre isso em outro post). A torta de chocolate sem leite, sem margarina ou manteiga e sem farinha de trigo. Se você provasse sem saber disso, não diria que tinha sido feita sem esses ingredientes (passarei a receita depois). E um mousse de chocolate que eu fiz, sem leite condensado e sem açúcar (com exceção do açúcar do chocolate 40% cacau que usei! hehehe

Enfim, agradeço a Deus por mais um ano concedido à minha mãe e que muitos outros venham! Fiquem com algumas fotos e o resuminho em vídeo dos melhores momentos. Bye bye.

A torta!

Escondidinho de batata doce

Lasanha de crepioca

Aniversariante!

Família!


VÍDEO:


quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Amizades, paixões, casamento | Faça o que eu digo, não faça o que eu faço - parte 2

Vamos continuar com 10 princípios presentes do Livro de Provérbios que nós como pais (e futuros pais) poderemos transmitir para os nossos filhos.

Para quem não viu a parte 1, com os 3 primeiros princípios, basta clicar aqui.

4) Ensine seus filhos a escolherem suas companhias: a responsabilidade de ensinar nossos filhos a escolher seus amigos com sabedoria é nossa, como pais. Paulo já dizia em I Coríntios 15:33: "Não vos enganeis. As más companhias corrompem os bons costumes". A violência nas gangues, a delinquência pré-adolescente e o crescente abusos de drogas e álcool nas escolas são inclinações que estão intimamente ligadas à tendência dos jovens de escolherem o tipo errado de companhia.
"Quem anda com os sábios será sábio; mas o companheiro dos tolos sofre aflição." (Pv 13:20)

5) Ensine seus filhos a controlarem suas paixões: é comum que adolescentes desenvolvam paixões poderosas que podem lavá-los à tragédia se eles não aprenderem a controlá-las. A fornicação é um pecado que destrói a alma e, muitas vezes, traz uma mácula que é difícil apagar. Provérbios 6 trata sobre esse tema e no capítulo 7 retoma o assunto (vale a pena ler essa trecho na Bíblia). Atrações sensuais, seduções eróticas, promessa de segurança, palavras bonitas, alto poder de persuasão... perigos que podem ser mortais!
"Então, meu filho, ouça-me; dê atenção às minhas palavras. Não deixe que o seu coração volte para os caminhos dela, nem se perca em tais veredas. Muitas foram as suas vítimas; os que matou são uma grande multidão. A casa dela é um caminho que desce para a sepultura, para as moradas da morte." (Provérbios 7:24-27)

6) Ensine seus filhos a desfrutarem seus cônjuges: este é o lado oposto da lição anterior! As paixões da juventude devem ser canalizadas para fins corretos. Devemos ensinar nossos filhos a reservarem suas paixões sexuais somente para seus cônjuges e serem fiéis no casamento, tanto pelo exemplo quanto pelo preceito. A maneira que tratamos nossos maridos/esposas e o que dizemos a eles/elas é uma forma de mostrar que o verdadeiro contentamento e a plena satisfação somente podem ser encontradas dentro da aliança do casamento!

Finalizaremos os 4 princípios restantes no próximo post! Até lá!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Pote das bênçãos - você conhece?

Feliz Ano Novo pessoal!

Como diz o Paulo Cesar Baruk: "Mas se a gente não for diferente, tudo vai ser igual". Pois é! O calendário recomeça, mas nossas vidas continuam! Graças a Deus que nos concedeu saúde para estarmos mais uma vez aqui agradecendo a Ele por todos os seus feitos em 2016! 

E por falar nos feitos do Senhor, será que conseguimos lembrar de todos eles, ao longo de 1 ano? Ou será que nos esquecemos de muitos? Ou será ainda que, por não termos conquistado o que pedimos a Deus, achamos que não recebemos nenhuma bênção?

É por isso que este ano resolvi fazer o Pote das Bênçãos. Não há nada de especial neste pote, ele pode ser um pote de plástico, decorado com adesivos, fica a seu critério como você quer que ele seja. O que há de especial no pote é o que ele representa e proporciona.

Vamos lá, vou explicar. A ideia é você, a partir do primeiro dia do ano, reservar esse pote para ir colocando dentro dele todas as bênçãos recebidas ao longo de 2017. Pode escrever em um pedacinho de papel mesmo, nada muito extenso. Por exemplo: "iniciei a faculdade", "consegui um emprego", "meu filho/tio/vô/amigo... foi alcançado pelo Senhor Jesus", "estamos com saúde", "fiz a viagem que sempre sonhei", "o Senhor nos deu nosso primeiro/segundo/terceiro... filho", "evangelizei em tal lugar", "me casei", e por aí vai! 

Gente, são só alguns exemplos do que pode acontecer na vida de cada pessoa. Claro que não esgotei as opções. Você saberá o que Deus tem te proporcionado e te concedido. E logo você escreverá e colocará no seu potinho.

E quando será o momento de abrir o meu Pote das Bênçãos?? No final do ano de 2017! Isso mesmo! Você escolherá o melhor momento, quer seja no Natal ou depois dele, para se reunir com sua família, seu esposo, seus filhos e, em família, você abrir e ler, um por um. E lembrar de cada bênção recebida com muita gratidão no coração e reconhecendo quantas bênçãos você recebeu das mãos do Senhor!! E não se preocupe se você não tiver com quem compartilhar as bênçãos, conta aqui algumas delas, vou amar saber! 

O importante é termos um coração agradecido ao Senhor que é o nosso Provedor, não deixando o alimento faltar em nossas mesas e nos dando saúde. É impossível não termos uma bênção sequer para colocar no Pote de Bênçãos, rsrsrs. Você estar vivo(a) já é uma grande bênção!

Então é isso! Espero que tenham gostado da ideia! Aqui em casa eu e Sam faremos isso e abriremos no final do ano, se Deus permitir! Abraço!